Wednesday, February 27, 2008

“A vida não merece que nos preocupemos com ela”.

"Mas ainda assim acho que sua atuação como um caubói gay e enrustido foi supervalorizada pela mídia. Chamá-lo de novo Marlon Brando é um absurdo colossal. Mas não dá pra negar que o ator sabia o que queria, mesmo inexperiente e em filmes ruins havia a centelha da busca. Ledger tinha fome. Fome de bons papéis, fome de fazer bem feito, fome de ser bom, excelente. Fome ansiosa. Vi pouco e gostei muito do novo Batman. Sua encarnação do Coringa é no mínimo perturbadora. E o filme nem estreou ainda... esquisito isso... é como se o tempo tivesse enlouquecido de repente. A película ainda nem ganhou a luz das telas e o ator não está mais aqui... parece uma brincadeira de mal gosto... uma última piada do Coringa..." Rodrigo Fernandes, em trecho do texto "A Morte & A Morte de Heath Ledger"
Acredito q todo mundo foi pego de surpresa pela notícia da morte do ator norte-americano Heath Ledger no dia 22 de janeiro. Pelo menos em mim, causou uma sensação de mal-estar, de fragilidade, pelo fato de eu ser só dois anos mais jovem q ele. Fiquei me perguntando se caso morresse amanhã, ficaria satisfeito com a vida q tive até momento. E pensando bastante, ñ gostei muito da resposta q me veio à cabeça...
O q me preocupa é q fico protelando muito quando me proponho a fazer alguma coisa. Sei q tenho talento mas falta confiança! Me cobro demais ao invés de deixar "as coisas rolarem". O q deveria ser feito com prazer vira obrigação e daí começo a embaçar. Isso nunca me prejudicou seriamente mas temo q isso um dia aconteça e q seja tarde demais p/ reverter a situação.
Admiro muito aquele tipo de pessoa q mergulha de cabeça na vida, sem meias verdades ou "talvez" (não confundir com gente irresponsável ou inconseqüente) e q leva a frase (de autoria da cientista francesa Marie Curie, pioneira no estudo da radioatividade) q dá título a esse post no coração.
Acredito q uma pessoa vale pelo o q ela faz e cria, e não pelo q ela tem, e a ação (sem medo e desconfiança) é o caminho q busco. Quero levar a vida como uma piada (mas ñ como uma do Coringa, é claro...rsrs!)
P/ quem quiser ler o texto do Rodrigo na íntegra, q na minha opinião, resumiu muito bem a pessoa do ator Heath Ledger, é só acessar: http://screamyell.com.br/cinemadois/heath_ledger.htm

2 Comments:

Blogger Ale Coragem said...

Ótimo texto, ótimo desenho!!
E ruby, ruby ruby, ahahhh ahahhh ahahhh

1:45 PM  
Blogger Diogo Shiraiwa said...

Ruby, Ruby, Ruby, ahahhh ahahhh ahahhh

5:22 PM  

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home